Emplacamento de veículos: por que ele é tão importante?

 

Emplacamento de veículos: por que ele é tão importante?

Imagine você saindo da concessionária com um carro novinho em folha! Esse é um daqueles momentos que proporcionam uma incrível sensação de sonho realizado.

Essa sensação pode ser muito reconfortante, mas o que a maioria das pessoas esquece é que os gastos com o veículo ainda não acabaram.

Assim que o veículo sai da loja é preciso resolver as pendências com a documentação para poder desfilar por aí dentro da lei. Para saber mais leia o artigo Documento de carro zero quilômetro: como fazer.

O emplacamento de veículos é um desses requisitos. Uma medida que assegura sua identificação e também possibilita que ele transite pelas ruas. 

Ainda que muitos motoristas prefiram recorrer ao serviço de um despachante, essa tarefa pode ser facilmente realizada pelo próprio motorista.

Veja a seguir, como é possível fazer o emplacamento de veículos de uma forma fácil e simples, sem precisar pagar pelo serviço de um despachante.

 

Placa: a identidade do veículo

Da mesma forma que nós necessitamos de documentos de identificação, como CPF, RG e outros, todos os veículos automotores em circulação precisam do emplacamento para sua devida identificação.

As placas utilizadas para essa finalidade são compostas por uma combinação única de letras e números, e no Brasil elas começaram a ser usadas em meados dos anos 40.

Além da identificação do veículo, essa medida obrigatória permite também identificar os responsáveis por infrações de trânsito e ainda serve como referência para definir quem pode ou não transitar a cada dia em cidades que possuem rodízio de veículos.

O último número da placa também define os prazos para pagamento do IPVA e licenciamento.

 

Mercosul: o novo padrão de emplacamento de veículos

Que o Brasil adotou um novo padrão de emplacamento de veículos não é mais novidade. Essa medida tem o intuito de unificar a fiscalização nos países que integram o Mercosul. Leia também o artigo Novas placas Mercosul para Vans comerciais – Qual o prazo para legalizar e o que todo dono de van precisa saber?

Atualmente as placas são predominantemente brancas e na parte superior está localizada uma faixa azul, na qual o nome do país é escrito. Além disso, a sequência alfanumérica não é mais composta por 3 letras e 4 números (BCD-3421) atualmente a sequência é formada por 4 letras e 3 números alternadamente (BCD3A42).

 

Receba novidades em seu email

 

Recursos da placa padrão Mercosul

Com o intuito de evitar fraudes o novo padrão de placa conta com vários recursos, tais como:

  • QR code;
  • Marca d’água;
  • Número de série;
  • Pintura especial dos caracteres;
  • Chip de armazenamento com informações importantes acerca do veículo.

A placa é obrigatória para todos os veículos novos no Brasil, desde 2020. Em relação aos veículos usados, a placa antiga precisa ser substituída pela placa Mercosul quando há transferências de propriedade, mudança de estado ou município.

 

Emplacamento de veículos: como fazer

Como a placa é o registro do veículo, é  proibido transitar sem ela. A única exceção se dá no período de 15 dias após a compra de um veículo novo, quando este pode ser levado para se fazer o emplacamento.

Desta forma, é necessário dar entrada no processo de regularização assim que se adquire um carro. Saiba o que é preciso para realizar o emplacamento:

 

Documentos para regularização

Reúna a documentação necessária para o emplacamento do veículo e compareça ao Detran de sua cidade em posse dos seguintes documentos:

  • RG, CPF e CNH do proprietário;
  • Contas de energia, água ou qualquer outro comprovante de residência;
  • Nota fiscal do veículo (emitida há menos de 30 dias);
  • Decalque do número do chassi;
  • Contrato de financiamento (se o veículo tiver sido adquirido dessa forma).

 

Taxa de emplacamento

Depois de apresentar os documentos, será preciso quitar a taxa de emplacamento através de um boleto emitido pelo Detran. Os valores podem variar de local para local.

Em seguida, será disponibilizado o número da chapa no setor de placas. Depois, vá ao setor de DPVAT e IPVA, para realizar o cálculo desses impostos e fazer o seu pagamento. Solicite o formulário de registro do RENAVAM. Confira também Como é calculado o IPVA do veículo.

 

Vistoria

É o Detran que determina horário e local em que a placa e o lacre serão colocados, entretanto, em algumas localidades é possível agendar. Nessa vistoria, serão avaliadas as condições de circulação, funcionamento e autenticidade do chassi e documentação do veículo.

 

Ou contrate um despachante

Emplacar o carro sozinho, sem a ajuda de um despachante, além de ser simples também pode render uma economia de até R$600,00. Mas, como todo processo burocrático, é preciso ir e vir para realizar as etapas.

Por isso, caso seja uma pessoa sem tempo que prefere contar com a ajuda de um despachante é preciso analisar as opções e escolher qual delas é a ideal para sua situação.

 

Artigos Relacionados

 

A Divelp Veículos

Somos uma concessionária referência na venda de veículos leves e pesados, vans e utilitários novos e seminovos. Atendemos Americana e região, oferecendo ótimas condições de pagamento e um atendimento diferenciado.

Ficou com alguma dúvida ou quer saber mais sobre emplacamento de veículos? Deixe seu comentário. Ficaremos felizes se pudermos ajudar!

E-book Financiamento de caminhão: 5 passos práticos para fechar negócio - baixe agora!

0 0 vote
Article Rating

 

Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments