Melhores utilitários furgões acima de 1.000 kg

Por divelp em Utilitários - 29/10/2020

 

Melhores utilitários furgões acima de 1.000 kg

Você sabe quais são os melhores utilitários furgões acima de 1.000 kg?

Os furgões são eficientes, robustos, econômicos e versáteis, por isso, são perfeitos para o trabalho de locomoção e transporte principalmente em grandes centros urbanos.

Além de todas essas características, as vans do tipo furgão, também conhecidas como VUCs (veículos urbanos de carga) contam com inúmeras variedades de modelos no mercado nacional, e também com o atrativo de que muitos delas podem ser conduzidas por motoristas que possuem carteira de habilitação (CNH) categoria B, a mesma utilizada para dirigir carros de passeio e utilitários.

Isso é possível desde que o peso bruto total (PBT) seja menor que 3.500 kg, e que a lotação não exceda a oito lugares, excluindo o motorista. Outra vantagem é que  as dimensões das vans tipo furgão estão dentro dos limites permitidos em grandes centros, como São Paulo, que é de até 7,20 m de comprimento.

Selecionamos uma lista com os melhores utilitários furgões acima de 1.000 kg e suas principais características.

 

Iveco Daily

De acordo com pesquisas realizadas pela Revista Frete Urbano – publicação técnica voltada para o público envolvido com transporte urbano de carga – sobre os melhores utilitários furgões acima de 1.000 kg, este modelo possui um conjunto que agrada muito aos motoristas.

Com baixa desvalorização e manutenção, o Iveco Daily possui diferentes versões: Daily Gran Furgone 35S14 e 45S17 e os modelos 55C17 Gran Furgone e Maxi Furgone.

Seu visual é atual e evidencia a robustez com um design moderno. O interior é confortável e muito semelhante ao de um veículo de passeio.

Além disso, oferece itens como trava e vidros elétricos, ar-condicionado automático, espelhos elétricos com aquecimento, câmera de ré, bluetooth e rádio CD player com MP3.

Apresenta duas opções de motor, fornecidos pela FPT adequadas ao Euro 5, de 146cv e 170cv, e transmissão mecânica de seis marchas. Além disso, conta com suspensão feixe de molas, que absorve melhor os impactos, trazendo assim maior vantagem para a capacidade de carga.

 

Artigos Relacionados

 

Mercedes-Benz Sprinter

Dentre os utilitários furgões acima de 1.000 kg existentes no mercado, a Sprinter também é um dos modelos queridinhos pelos frotistas e motoristas em geral. Um dos motivos é o seu alto valor de revenda.

Possui manutenção econômica, já que, a Mercedes adotou uma alternativa ecológica e altamente eficaz, com peças remanufaturadas da linha Renov, que apesar de mais baratas, oferecem a mesma qualidade. 

Os modelos disponíveis são os 313 CDI Street, 415 CDI e 515 CDI. O primeiro pode ser dirigido por motoristas que têm CNH do tipo B e apresenta o motor OM 651 CDI de 129 cv. Já as outras versões possuem motor com OM 651 LA , de 146 cv de potência.

Todos eles têm tecnologia Blue Efficiency, que prioriza o desempenho e reduz emissões e consumo. Utiliza o sistema EGR, que consiste na recirculação de gases, e SCR, que conta com o tratamento de gases, utilizando o líquido ARLA 32.

Outro quesito importante é a segurança que a Sprinter oferece, com a integração de variados sistemas e recursos, tais como: ESP Adaptativo, ABS, ASR, EBV e BAS, além do Crosswind Assist – “Assistente de Vento Lateral”, que proporciona mais estabilidade em velocidade acima de 80 km/h.

Após a reformulação em 2016, o modelo ficou mais moderno. Por dentro, o painel conta com diversos sensores para auxiliar o motorista,  contudo, não possui câmera ou sensor de ré, nem mesmo como item opcional.

 

Renault Master

Este é o modelo mais vendido em utilitários furgões acima de 1.000 kg. Entretanto, apresenta o valor mais alto e é mais difícil para vender.

Oferece as versões: Master Furgão L1H1 (chassi curto-teto baixo), Master Grand Furgão L2H2 (chassi médio-teto alto), Master Extra Furgão L3H2 (chassi longo-teto alto), Master Vitré L1H1 (chassi curto-teto baixo), Master Grand Vitré L2H2 (chassi médio-teto alto) e Master Extra Vitré L3H2 (chassi longo-teto alto).

Com desenho robusto, o modelo transmite sensação de força. Já a mecânica foi idealizada com o intuito de tornar o custo da manutenção mais barato, aumentando assim o intervalo de revisões de 15.000 km para 20.000 km.

O motor é turbodiesel de 2.3 litros, de 130 cv de potência, com câmbio de seis marchas e direção hidráulica.

Em seu interior, o modelo é funcional e atual, com computador de bordo bem informativo e maior conforto para o motorista, já que dispõe de banco com regulagem de altura e inclinação. Conta com prático sistema de áudio, CD, MP3 e Bluetooth, direção hidráulica de série e bloqueio de ignição por transponder.

 

Fiat Ducato

O modelo italiano possui ótima reputação e boa valorização de revenda. Oferece um conjunto mecânico desenvolvido com base no conceito downsizing, apresentando o motor da FPT Industrial F1A MultiJet Economy.

Além disso, também possui o sistema Multijet II, oferecendo redução de emissões e consumo, com 127 cv de potência a 3.600 rpm com torque de 32,6 kgfm a 1.800 rpm. 

Sua direção é hidráulica de série e o câmbio é manual de cinco velocidades.

Conta com diferentes versões, para o transporte de carga: Cargo 7,5m³, Cargo L 9,0m³, Maxi Cargo 10m³ e Maxi Cargo 12 m³. O que os diferencia é a capacidade volumétrica de carga.

Mas, ainda que ofereça ótimo custo/benefício, o Fiat Ducato perde em design e modernidade.

Receba novidades em seu email

 

Citroën Jumper e Peugeot Boxer

Ambos os modelos são provenientes da parceria entre a FCA e PSA, e as produções são desenvolvidas na fábrica Iveco em conjunto com o Ducato.

Porém, estes estão desatualizados quanto ao design, mesmo contando com tecnologias italianas.

O motor 2,3 litros turbodiesel com intercooler da FPT, de 127 cv de potência, oferece transmissão manual de cinco velocidades.

No Citroën, a tração dianteira oferece melhores manobras com o auxílio da direção hidráulica de série. O seu conjunto de suspensão dianteiro é do tipo McPherson. Já a traseira é de eixo rígido, molas longitudinais e amortecedores hidráulicos.

Como não possui eixo cardan, o modelo apresenta piso mais baixo, conferindo maior facilidade no acesso ao seu interior.

O Boxer, também conta com direção hidráulica, freios a disco em suas quatro rodas e ventilação nas dianteiras.

A suspensão dianteira é do tipo pseudo McPherson, e a traseira possui eixo rígido tubular. Está disponível em cinco versões de carrocerias que se diferenciam em tamanho e teto elevado. 

Quer saber mais sobre utilitários furgões acima de 1.000 kg ou ficou com alguma dúvida sobre esses modelos? Entre em contato conosco. Será um prazer ajudar!

e-book Melhores furgões para fazer entrega - Baixe agora!

0 0 vote
Article Rating

 

Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments